Ações de sustentabilidade na Administração Pública

Órgãos e entidades não avançaram na implementação de projetos sustentáveis

Por Aline de Oliveira 

Com base nas respostas aos questionários enviados a 101 instituições da Administração Pública Federal (APF), o Tribunal de Contas da União (TCU) verificou que órgãos e entidades públicas não avançaram na implementação de ações destinadas à promoção da sustentabilidade.

Os resultados apontam grau insuficiente de gestão e de implementação das ações de promoção da sustentabilidade na APF, atuação deficiente no nível central de governo e baixa evolução na adoção de critérios e práticas sustentáveis nas contratações. A equipe de auditoria verificou, também, a implementação incipiente de ações mais eficientes e sustentáveis voltadas à utilização de edifícios públicos, além de constatar deficiências nas iniciativas relacionadas à gestão de resíduos e à realização de coleta seletiva solidária.

Já sou assinante >

continue lendo com acesso grátis e ilimitado até 31/10

Cadastre-se
ou assine já

Complementos

Princípios de sustentabilidade nos órgãos públicos

> Visualizar

Comentários

Nenhum comentário até o momento