Princípios de sustentabilidade nos órgãos públicos

Ministro do Meio Ambiente defende ações sustentáveis para melhorar eficiência da administração pública

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) reforçará ações para garantir a sustentabilidade na administração pública. O ministro substituto do Meio Ambiente, Marcelo Cruz, destacou nesta terça-feira (20/06) o empenho em fortalecer medidas e soluções ambientalmente corretas no setor governamental. A declaração foi dada na abertura dos eventos Sustentabilidade na Administração Pública e IV Seminário de Planejamento Sustentável no Poder Judiciário. 

Na ocasião, Marcelo Cruz ressaltou o engajamento da pasta no tema. “A administração pública consome grande quantidade de bens e precisa dar à sociedade o exemplo de boas práticas em suas atividades”, afirmou. “Precisamos preencher lacunas na legislação, reduzindo o consumo de insumos como água, energia, madeira e papel e ampliar o percentual de compras públicas sustentáveis”, acrescentou. 

Pioneiro no tema, o MMA é responsável pela Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), que norteia as políticas de sustentabilidade no setor público desde o início dos anos 2000. O programa foi concebido em 1999 e oficialmente criado dois anos depois, durante a primeira gestão de Sarney Filho como ministro do Meio Ambiente. 

DEBATES

O evento Sustentabilidade na Administração Pública e o IV Seminário de Planejamento Sustentável no Poder Judiciário são realizados em conjunto pelo Tribunal de Contas da União (TCU), Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). O objetivo do encontro inclui a apresentação de resultados e debates sobre gastos públicos eficientes e menores impactos ambientais. 

A abertura do evento também contou com a participação do presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes; da presidente do STJ, Laurita Vaz; do vice-presidente do STJ, ministro Humberto Martins; do presidente do TJDFT, desembargador Mário Machado; do 2º vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Fufuca; e do ministro substituto do TCU, André Luiz de Carvalho, entre outras autoridades. 

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Complementos

Ações de sustentabilidade na administração pública

> Visualizar

Comentários

Nenhum comentário até o momento