Princípios de sustentabilidade nos órgãos públicos

Ministro do Meio Ambiente defende ações sustentáveis para melhorar eficiência da administração pública

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) reforçará ações para garantir a sustentabilidade na administração pública. O ministro substituto do Meio Ambiente, Marcelo Cruz, destacou nesta terça-feira (20/06) o empenho em fortalecer medidas e soluções ambientalmente corretas no setor governamental. A declaração foi dada na abertura dos eventos Sustentabilidade na Administração Pública e IV Seminário de Planejamento Sustentável no Poder Judiciário. 

Na ocasião, Marcelo Cruz ressaltou o engajamento da pasta no tema. “A administração pública consome grande quantidade de bens e precisa dar à sociedade o exemplo de boas práticas em suas atividades”, afirmou. “Precisamos preencher lacunas na legislação, reduzindo o consumo de insumos como água, energia, madeira e papel e ampliar o percentual de compras públicas sustentáveis”, acrescentou. 

Pioneiro no tema, o MMA é responsável pela Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), que norteia as políticas de sustentabilidade no setor público desde o início dos anos 2000. O programa foi concebido em 1999 e oficialmente criado dois anos depois, durante a primeira gestão de Sarney Filho como ministro do Meio Ambiente. 

Já sou assinante >

continue lendo com acesso grátis e ilimitado até 31/10

Cadastre-se
ou assine já

Complementos

Ações de sustentabilidade na administração pública

> Visualizar

Comentários

Nenhum comentário até o momento